Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren

    Hawk 666
    Hawk 666

    Mensagens : 507
    Data de inscrição : 30/06/2014

    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Empty Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren

    Mensagem por Hawk 666 em Seg 18 Ago 2014, 16:54

    Fiz uma entrevista para o site onde trabalho com os caras que tão produzindo Toren, jogo que vai ser lançado para PC, MAC e PS4 em 2015. Segue o texto na íntegra e o link no final pra quem quiser comentar.

    -------

    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Screenshot_vevil_11
    Entrevistamos a Swordtales, produtora do jogo brasileiro Toren. (Foto: divulgação)

    Os games estão ganhando mais e mais espaço no Brasil com notícias de títulos vendendo bem em nossas terras, além de ser notável o crescimento da produção independente por aqui. O meio vai bem, obrigado, aproveitando os espaços como a Steam, em que produtoras, mesmo sendo Indies , conseguem fazer sucesso com bons jogos.

    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Knights-of-Pen-and-Paper
    Knights of Pen and Paper, da brasileira “Behold Studios” (Foto: Divulgação)


    Dentre as desenvolvedoras de destaque, uma que promete não só trilhar o caminho do sucesso, como também abrir mais portas para o Brasil na área, é a Swordtales, desenvolvedora do já bastante comentado Toren, jogo que dará as caras para PCMACPlaystation 4 em 2015 (clique aqui e veja detalhes).


    Swordtales é uma produtora indie  formada por: Alessandro Martinellodesigner pós-graduado em cinema e games que atua como diretor de arte; Conrado Testa, geógrafo pós-graduado em games que atua como lead animator; Luiz Alvarez, formado em ciência da computação, pós-graduado em games e lead programmer da equipe; Vitor Leãesdesigner pós-graduado em games que atua como produtor; e Christian Ritter, formado em jogos digitais que atua como programador junior.


    Para conhecermos um pouco mais do projeto e de quem está por trás dele, o Player 2 conversou com Alessandro Martinello:


    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Equipe-swordtales
    Da esquerda para direita: Vitor, Alessandro, Luiz, Conrado. (Foto: Arquivo Pessoal)
    Player 2: Conte-nos um pouco sobre a Swordtales.


    Alessandro Martinello: A Swordtales nasceu do Projeto Toren, que começou como um TCC no curso de pós graduação em games da PUC-RS. Logo que começamos o projeto, tinhamos a intenção de seguir com ele como um time indie, caso o conceito fosse bem sucedido na avaliação, e foi o que aconteceu. Nossa sede é em Porto Alegre, e escolhemos este nome devido a influencias de storytelling em games e estúdios indies como Tale of Tales.


    Player 2: Existe algum título antes de Toren, ou ele é o primeiro feito por vocês? Conte-nos como surgiu a ideia de produzir o título.

    Alessandro Martinello: É nosso primeiro jogo juntos, mas cada um do time havia participado de alguma empresa de jogos antes. A ideia do projeto veio de influencias de The Legend of Zelda do ponto de vista de gameplay e cenário (“e se fizéssemos um game sobre uma garota que deve subir por uma torre, uma única e enorme dungeon?”) e arte ao estilo Team ICO, devido ao baixo custo e minimalismo. 


    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Screenshot_vevil_02
    Player 2:  Quais foram as principais influências para Toren?


    Alessandro Martinello: Como dissemos, The Legend of Zelda. Do ponto de vista do cenário, e adventures em geral. Na parte destorytelling, os filmes do Studio Ghibli


    Player 2: Quais são os principais desafios na produção de um jogo aqui no Brasil? 


    Alessandro Martinello: O desafio inicial foi vencer a desconfiança de todos por aqui em fazer um jogo 3D indie; fazer jogos 3Daqui ainda é um tabu, principalmente em ciclos que demoram mais de 2 anos para o termino, algo considerado natural lá fora, inclusive por muitos indies


    Player 2: Como foi o percurso da Swordtales até conseguir a parceria com a Versus Evil e o incentido do Ministério da Cultura? Quais foram as principais conquistas?

    Alessandro Martinello: A Swordtales ficou cerca de um ano trabalhando no jogo sem nenhum tipo de incentivo, e estavamos ficando sem opções. Foi quando nós decidimos tentar a Lei Rouanet, e nosso jogo foi amplamente aceito como cultura. Parte disso se deve aos varios prêmios que ele ganhou, como o E-games 2012 de melhor jogo, finalista do Indiepub europeu em arte, e o mais importante, menção honrosa em arte pelo IGF, o maior festival de games indie do mundo. Após termos conquistado respeito e confiança a ponto de podermos portar o game até para o PS4, nos unimos à publisher Versus Evil (The Banner Saga) para nos ajudar com o marketing do jogo e sua distribuição. 


    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Screenshot_vevil_10



    Player 2: O grande destaque que vocês e Toren têm recebido da mídia recentemente certamente traz muita esperança e alimenta o sonho de muitas produtoras Indies que estão começando no Brasil. Vocês possuem alguma dica ou conselho para esses que vocês já foram um dia?


    Alessandro Martinello: Fazer um jogo que você deseja, trabalhar muito e nunca desistir. Mas saiba o escopo do que você quer; concebemos o Toren como um jogo indie pequeno e mesmo nós passamos um pouco da cota, não é mesmo? Haha.


    Player 2: Muito obrigado pelo tempo e atenção, Alessandro. Para finalizar, tem algo a dizer para os fãs? O que os gamers podem esperar de Toren?


    Alessandro Martinello: Aos fãs muito obrigado pela espera e por nos tratarem bem, podem esperar do Toren um tipo de jogo com muito amor, capricho e qualidade dignas de elogios pelo mundo. Esperamos ser um marco para ajudar outros jogos assim a surgir no Brasil! 


     Conheça mais: 


    http://toren-game.com/
    http://www.tale-of-tales.com/
    http://www.brasil.gov.br/cultura/2009/11/lei-rouanet
    http://vsevil.net/
    --------------
    Vilela
    Vilela

    Mensagens : 2276
    Data de inscrição : 30/06/2014
    Idade : 36

    Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren Empty Re: Entrevista com Swordtales, produtora do jogo BRBR Toren

    Mensagem por Vilela em Seg 18 Ago 2014, 21:10

    Favoritei o site e o canal. Depois dou uns confere.


    *esse jogo parece o tipo q eu passarei longe. Gameplay q eu vi era puro Puzzle e "point and click".

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: Sab 24 Ago 2019, 00:36